A história e evolução do Ju Jitsu como arte marcial.

Jan 18, 2024

HISTÓRIA DO JU-JITSU

O mais antigo relato que se tem sobre a história de uma luta japonesa é datado de 230 a.C. e é uma antiga luta trazida pelos chineses que se chamava Tikara Kurabe (Combate de Força), na qual eram usados os mais variados golpes, tanto de projeção como golpes de pancadas com os pés e mãos, além dos estrangulamentos e chaves.
O JU-JITSU, JUJUTSU ou JIU-JITSU (escrita igual pelo dialeto japonês) é um nome genérico que engloba todas as técnicas de combate com as mãos nuas (exceto Caratê) e significa ARTE SUAVE.
No final do século XIX, houve muita confusão entre as escolas que praticam a mesma modalidade, mas usavam nomes diferentes. Os vários estilos de JU-JITSU tinham diferenças entre si nos golpes básicos de ataques e defesa, além de tradições inflexíveis que se mantinham do mestre para seu discípulo.
Entre os estilos de JU-JITSU, havia dezenas de estilos principais e se contarmos as ramificações, encontraríamos centenas de estilos. Não é correto, portanto, referir-se a qualquer um como autêntico ou oficial. Simplesmente, não existe nenhuma forma padronizada de JU-JITSU.
Antigamente, o JU-JITSU era praticado com Hakama (calça feita de sacos de arroz e bem largas), uniforme este que mais tarde passou a ser associado apenas ao Kendo e ao Aikido, depois que o Hakama foi abandonado e antes que o Kimono de algodão fosse adotado, o JU-JITSU, às vezes, era praticado com as pernas nuas e com blusão de mangas curtas.


Os Samurais e as Artes Marciais

Originalmente, a Arte Marcial mais importante para os Samurai era o Kyujutsu – Arquearia, ou Arte do Arco e flecha. Mas com o desenvolvimento da metalurgia nipônica, a Esgrima (Arte da Espada), ou Kenjutsu, ganha mais importância. Na verdade quando pensamos em um Samurai, já imaginamos um habilidoso espadachim. A espada, particularmente o sabre japonês chamado Katana, tornou-se o símbolo do Samurai. Em conjunto ao treinamento do Arco e da Katana, bem como da Lança, do Bastão, do Jitte, e as vezes de armas mais exóticas, como o Kusarigama, os guerreiros japoneses treinavam técnicas de desarme e imobilização de adversários, possibilitando que o combate continuasse, mesmo que o soldado estivesse desarmado. Claro que, na prática, estar desarmado na frente de um homem armado de uma lança ou espada costumava significar a morte, mas o treinamento de técnicas de combate desarmado era necessário para formar um guerreiro realmente eficiente.


Acontece que, por quase oito séculos, os clãs de samurais estavam constantemente entrando e saindo de conflitos e guerras. Por isso, era preciso viver cada momento como se fosse o último. Tudo tinha de ser feito com o máximo empenho. Apesar de ser um conceito muito antigo, muitos dos princípios do Bushidô poderiam ser adotados no nosso dia-a-dia para levarmos uma vida melhor, mais justa e nos tornarmos homens melhores


Estilos Antigos

Kobudo, a tradição Guerreira dos Samurais


O termo kobudo, traduzido literalmente, significa "arte marcial antiga". Refere-se à tradição guerreira dos Samurais, os estilos e artes que criaram e que que chegaram até nossos dias.

O Kobudo é formado por uma grande quantidade de estilos (em japonês ryu), que ensinam
Mesmo no Japão, a oportunidade de aprender alguns estilos de Kobudo é rara
as técnicas das diversas armas utilizadas pelos Samurais, como por exemplo o Kenjutsu (técnicas com espada), Jojutsu (técnica com bastão), Naginatajutsu (alabarda), entrem muitos outros.
Para ser considerado como Kobudo, um estilo precisa ter sido fundado antes de 1868, o ano da restauração Meiji no Japão, que marcou o fim dos samurais como classe social.

São estilos que possuem até 700 anos de história. Suas técnicas e ensinamentos filosóficos são passados da mesma maneira por gerações e gerações de mestres e discípulos. Alguns dos maiores guerreiros da história do Japão, como Miyamoto Musashi, Tsukahara Bukuden e Yagyu Muneyoshi dentre outros, fundaram estilos que existem até nossos dias, preservando o pensamento e técnicas destes Samurais.

Artes marciais criadas depois de 1868 são chamadas Gendai Budo, ou "Budo Moderno". São artes como o Ju Jitsu, Kendo, Aikido e Judo, que foram fundadas no início do século XX.

ju jitsu brasileiro


As Origens do Ju Jitsu

O Ju Jitsu, também conhecido como Jiu-Jitsu, é uma das artes marciais mais antigas e influentes do mundo. Suas raízes remontam ao Japão feudal, onde era praticado pelos samurais como uma forma de defesa pessoal que poderia ser usada quando armas não estavam disponíveis. O nome Ju Jitsu significa "arte suave" ou "técnica suave", refletindo a ênfase em usar a força do oponente contra ele mesmo, em vez de confrontá-lo com força bruta.

ju jitsu antigo

A Evolução no Japão

Com o passar dos séculos, o Ju Jitsu evoluiu e se dividiu em várias escolas ou "ryu". Cada uma dessas escolas tinha suas próprias técnicas e princípios, mas todas compartilhavam a ênfase na eficiência e na técnica. Durante o período Edo (1603-1868), o Ju Jitsu tornou-se mais sistematizado e começou a se espalhar entre os civis, não apenas os guerreiros samurais.

ju jitsu japão

A Influência do Judo

No final do século XIX, Jigoro Kano, um mestre de Ju Jitsu, fundou o Judo como uma forma de praticar as técnicas de Ju Jitsu de maneira mais segura e esportiva. O Judo rapidamente ganhou popularidade e acabou sendo incluído nos Jogos Olímpicos. A partir do Judo, muitas técnicas do Ju Jitsu foram adaptadas e refinadas, dando origem a uma arte marcial com um novo enfoque.

jigoro kano judo

A Chegada do Ju Jitsu no Ocidente

O Ju Jitsu começou a se espalhar para o Ocidente no final do século XIX e início do século XX, com demonstrações e desafios realizados por mestres japoneses. Essas demonstrações muitas vezes incluíam lutas contra lutadores de outras artes marciais ou estilos de luta, mostrando a eficácia das técnicas de Ju Jitsu.


O Ju Jitsu Moderno

Hoje, o Ju Jitsu é praticado em todo o mundo como uma arte marcial, um esporte e um método de autodefesa. As competições de Ju Jitsu e BJJ são populares e ajudam a manter a arte marcial relevante e em constante evolução. Além disso, muitas técnicas de Ju Jitsu foram incorporadas ao treinamento de forças militares e policiais ao redor do mundo.

O Impacto Cultural do Ju Jitsu

O Ju Jitsu não é apenas uma forma de luta; é também uma cultura e uma filosofia. A prática do Ju Jitsu ensina disciplina, respeito e a busca constante pelo aperfeiçoamento pessoal. É uma arte que influencia a vida de seus praticantes muito além do tatame, promovendo um estilo de vida saudável e uma mente equilibrada.

O Futuro do Ju Jitsu

Com o surgimento de novas técnicas e a crescente popularidade do BJJ, o Ju Jitsu continua a se desenvolver. A comunidade global de Ju Jitsu é forte e vibrante, com praticantes de todas as idades e origens compartilhando uma paixão comum por essa arte marcial. O futuro do Ju Jitsu parece brilhante, com mais inovações e a disseminação de seus valores pelo mundo.

ju jitsu moderno
google.com, pub-2041496740360317, DIRECT, f08c47fec0942fa0